top of page

A arrogância do saber naufraga a transformação digital

Se você é uma empresa pequena ou média, normalmente você não tem no seu quadro de pessoal um contador e um advogado, não é mesmo? E por que? Por que você reconhece que eles fazem um trabalho complexo, você confia nesses profissionais e sabe o valor que trazem. Sendo competentes, ajudam na gestão de risco, redução de passivo, ganhos financeiros e redução de pagamentos de impostos e tributos.

 

Nesse momento de transformação digital, as empresas estão começando a improvisar demais na jornada do analytics, BI, IA e ML.


Estão trazendo para dentro da empresa pessoas que não entendem profundamente de dados e muito menos de business para tentarem fazer a mágica de extrair o melhor do dados. Um trabalho complexo que exige entender o melhor dos dois mundos: business e dados. Um trabalho novo que vai muito além da análise de reports financeiros. Os insights surgem de análise complexas da interseção de visão do SEU negócio e dos SEUS dados. Achar que qualquer um pode fazê-lo é não entender a complexidade do trabalho.


E parte a culpa dessa arrogância vem de empresas de analytics que estão no mercado. Propagam plataformas na versão quase "freemium" dizendo que é muito fácil “faça você mesmo”!!! Entregam alguns recursos dizendo que um técnico júnior consegue estruturar toda operação de análise (analytics). Numa mistura de tentativa de redução de custo, de improvisação "para ver como funciona", de numa arrogância que sabem tudo e podem tudo, esquecem que para ter os melhores resultado é preciso muito estudo e muita prática.


Isso se chama expertise!!! No fim, acabam desanimando, não vêem resultados por que não sabem procurar direito, não sabem conectar os pontos e não conseguem de fato trazer valor e novas possibilidades e estratégicas para a organização. Acabam se desanimando no caminho e ficando para trás, naufragam na transformação Digital.


E você, está fazendo remendo e improvisando na sua transformação digital ou vai querer fazê-la de forma profissional e acelerada?


Júlia Ramalho tem paixão por people + analytics to grow.

Ajuda organizações a resolverem problemas complexos e a desenvolverem suas lideranças. Tem mais de 30 anos trabalhando como consultora e mais de 18 trabalhando como coach. Ajudou mais de 1.200 executivos a desenvolver pessoas e expandir seus negócios. É Psicóloga, Administradora, Mestre em Administração, Coach de Executivos desde 2005 na Estação do Saber- Coaching e Consultoria, onde é fundadora e sócia. Em 2013 Fundou a Federação Internacional de Coaching - capítulo Minas. De 2015 a 2017 lançou o projeto de Designers do Futuro para ajudar a sensibilizar pessoas e organizações sobre o impacto das novas tecnologias no mundo do trabalho e nas organizações, tendo feito palestras em todo o Brasil sobre o tema. De 2015 a 2021 como coach e consultora da Ford no Projeto Mundial CEM (customer experience movement) onde adquiriu mais experiência em CX- Customer experience e EX- Employe Experience e aplicou dados ao processo de coaching. Em 2021, em conjunto com Arian Saddam Hossain (Bangladesh) o projeto dos DdF - Designers do Futuro se materializa em uma empresa Glocal especializada em novas tecnologias como Business Intelligence, Inteligência Artificial, Machine Learning e Blockchain para trazer crescimento às organizações.


3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page